sábado, 10 de julho de 2010

POR QUE DEUS NOS ABANDONA?

Há cerca de quatro anos minha irmã perdeu seu filho adolescente num acidente de carro, quando cheguei perto dela, ela me perguntou: Por que Deus fez isso comigo? Eu a abracei e respondi: Não sei.
Anos atrás eu tinha ou achava que tinha respostas para todas as perguntas. Tudo era simples, era só abrir a Bíblia ou citar um versículo, e pronto.
Hoje não tenho tantas certezas, mas dúvidas, perguntas e algo mais. Estas dúvidas e perguntas me são benéficas. Com elas leio as Palavras de Cristo, e procuro respostas nela.
Uma das minhas dúvidas é: Por Deus no abandona?
Todos os crentes são unânimes em responder: Deus jamais nos abandona!
Não é isso que ouvimos de Cristo em suas últimas palavras da cruz. Mateus escreveu: “Por volta da hora nona, clamou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lamá sabactâni? O que quer dizer: Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?” (27.45,46)
Toda religião é um esforço de auto-salvação e fuga do sofrimento. O ser humano busca confiar, acreditar, ter fé em algo [nós chamamos este “algo” de Deus], procura escutar, obedecer, submeter-se e sujeitar a esta divindade, com o objetivo de ser salvo, ser resgatado do perigo ou destruição, ser poupado de sofrer, ser preservado do perigo e da destruição. E inevitavelmente, este ‘Filho de Deus’, na pregação dos religiosos, jamais poderá ou será abandonado por seu Deus. Afinal, ele confiou em Deus, declarou ser filho de Deus, e Deus se ver na obrigação de salvá-lo e poupá-lo do sofrimento. (Mt 27.43)
Quando o filho de Deus se vê submetido ao calvário, em meio a escuridão, o desprezo e o escárnio de todos, surge a expectativa dos ‘irmãos’ e do próprio ‘filho’ se Deus lhe quer bem. E a prova deste comprazer de Deus pelo seu ‘filho’ é, se ele o livrar do sofrimento. “Confiou em Deus; pois venha livrá-lo agora, se, de fato, lhe quer bem; porque disse: Sou Filho de Deus.”
Essa foi a manifestação dos religiosos, e esta também foi a espera indignada daquele ladrão. Porque na mentalidade dos líderes judeus e daquele condenado, aquele que havia sido declarado o Filho de Deus não poderia deixar de resgatar a si mesmo da destruição. Suas concepções eram que o “Filho de Deus” teria que ser:
· Resgatado do perigo e da destruição;
· Poupado do sofrimento;
· Preservado dos males da vida, dentre eles a morte.
O que se prega entre os evangélicos não é nada diferente. Alias esta tem sido o tom da batuta dos regentes da orquestra dos novos evangélicos. “Pare de sofrer!” “Desça da cruz e creremos” e saberemos que tu és um dos nossos.
Eu estou tentado a dizer que Deus pode sim abandonar seu Filho em meio as trevas, dores e gemidos, apesar de seu clamor em “alta voz” (Mt 27.45,46).
Antes de Jesus sentir-se abandonado houve 3 horas de trevas – O filho de Deus passa por constantes trevas, escuridão que muitas das vezes deixa-o sem direção.
Neste ambiente de escuridão, dor e sofrimento nós sentimos impelidos a orar como Jesus e fazer a pergunta: “Por que me abandonaste?”
A palavra “desamparaste” [egkataleipo], é muito forte e significa:

1) abandonar, desertar;
2) deixar em grandes dificuldades, deixar abandonado;
3) totalmente abandonado, completamente desamparado;

Essa foi a sensação que Cristo teve neste momento. Deus o havia abandonado, deixado-o em grande dificuldade, completamente abandonado. Todo filho de Deus passa pela experiência do abandono.
O Deus revelado por Cristo não protege os homens do perigo no “seio materno”, pelo contrário, Ele é capaz de abandonar seu Filho.
Como podemos ler e pregar um Evangelho deste, num ambiente triunfalista, onde o ser humano faz de tudo para evitar o sofrimento, a dor, a perda, o abandono?
O Evangelho é uma resposta a crise do seu humano. É uma resposta a dor, a tribulação, a agonia, a perda, a morte. E esta resposta não é: “Pare de sofrer”! Mas “como” sofrer!
Sim. Como sofrer sem deixar de ser Filho de Deus. Como sentir-se abandonado “sem Deus” no mundo, entretanto ter a certeza de que está na “presença” de Deus. Ter a certeza que ainda que tu me “abandonaste”, ainda sou seu Filho, ainda está se cumprindo em mim a “vontade daquele que me enviou” (Jo 4.35).
Salvação nem sempre é proteção do mal, das dores, do sofrimento humano. Salvação tem o suplício da cruz, diferente daqueles que pregam o Evangelho “da sombra e água fresca”.
Aprendemos com o abandono de Cristo que a ação de Deus nem sempre é para nos tirar do sofrimento, mas para nos fortalecer na hora da dor [às vezes, ele deixa o filho desfalecer também].
Deus permite sim que seu filho seja abandonado por um certo tempo de sua vida. Deus permite sim que seu filho desça a cova, um lugar tipo “fim de linha”, para trazer um amanhecer ressuscitador, e fazer com que os mesmos que te viram descer a cova possam dizer “Ele ressuscitou” (Mt 28.6,7)
O calvário, a escuridão, o abandono, o túmulo é uma realidade na vida do filho de Deus, mas de igual modo é real a ressurreição, a vitória e o acolhimento nos braços do Pai.

15 comentários:

  1. Gostei do seu post, fantástico. Deus abandona por um tempo, mas concede a vida eterna merecida à seu filho.

    ResponderExcluir
  2. mulher 31 anos, 3 filhas, 1 mãe e 1 marido e infeliz30 de junho de 2012 17:04

    Não sei, dizem que cada pessoa tem uma finalidade na terra, e eu não sei o que Deus reserva para mim,pois por toda a minha vida sinto-me abandonada, e sempre acho que amanhã vai ser melhor que hoje, mas nunca é, se não fosse pecado mortal (é o que acho) parar minha vida,já teria acabado com ela.

    ResponderExcluir
  3. agora faço uma pergunta a todos. Por que Jesus foi abandonado desta maneira? antes de responder isso vou mostrar alguns pontos. Em Oséias 4.6 diz que o povo sofre por falta de conhecimento. Assim também acontece ate os dias de hoje! o povo continua sofrendo por falta de conhecimento! em Romanos 3.23 diz que: todos pecaram e destituídos (separados) estão da glória de Deus. Isso diz que todos estão separados da glória de Deus devido o pecado. O meu e o seu pecado estava sobre ele naquela hora por isso ele (naquele momento) foi abandonado!Mas ao terceiro dia ressuscitou! Assim se cumpre o que foi dito pelo profeta Isaías em Isaías 53.2-7. Pois foi crescendo como renovo perante ele, e como raiz que sai duma terra seca; não tinha formosura nem beleza; e quando olhávamos para ele, nenhuma beleza víamos, para que o desejássemos.
    3 Era desprezado, e rejeitado dos homens; homem de dores, e experimentado nos sofrimentos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.
    4 Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
    5 Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
    6 Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas, cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de todos nós.
    7 Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a boca; como um cordeiro que é levado ao matadouro, e como a ovelha que é muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a boca. Muitos estão sendo abandonados por Deus por viver num trapo de Imundície, numa vida corrompida pelo pecado que nem se quer consegue escutar a voz de Deus atrvés da Bíblia que é a revelação de Deus para nós hoje, Hebreus 1.1

    ResponderExcluir
  4. Eu também penso em acabar com minha vida. Não o fiz ainda porque tenho um filho pequeno, mas sei que ele vai crescer e vamos nos distanciar, aí meto uma bala na minha cabeça. Não vejo nada de interessante no meu caminho, e peço ajuda, rezo, imploro, vejo um monte de crentes dar glórias e amens jesus, mas para mim não funciona.

    Quando as coisas vão bem, dizem que Deus ajuda. Quando as coisas vão mal é porque você não tem fé.

    Ora, se Deus existe, ele tem muitas explicações para me dar, porque esse papo de abrir a bíblia e falar versículos chatíssimos que ninguém entende, aumenta minha tendência suicida.

    ResponderExcluir
  5. Pra mim a vida não tem sentido algum, me sinto só um boneco, uma marionete que esta aqui apenas para obedecer e ser castigado caso não obedeça, Deus diz que nos ama mas nos abandona a merçê do sofrimento cruel e constante e ele assiste a tudo de braços cruzados.

    felixrb1@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. È amigo infelizmente o reino de Deus não acontece em nosso meio ainda. E para isto acontecer depende de nós o sofrimento; a dor, a fome, o desrespeito uns para como os outros, parte através do agir de cada um. Deus nos fez livre. O cristo Jesus nos apresenta o reino de Deus. Você conhece os valores do reino de Deus? Pois é isto, que estar faltando ao mundo, que estar faltando ao coração, na alma do ser humano. È por isto que vivemos a meios a tantas tribulações e dor. Vamos levar em conta a nossa condição humana. A nossa natureza humana é falha e pecadora. Só com a graça de Deus podemos edifica-la. Paz e bençãos !!!

      Excluir
  6. eu acredito que pessoas sofrem por causa dos seus propios pecados, e ai queremos cobrar Dele a paz interior que tanto desejamos, minha opinião, que Deus tenha misericórdia. crfj1974@hotmail.com a paz a todos.

    ResponderExcluir
  7. Olha, eu particularmente me sinto muito só! Tenho uma mãe que não liga pra mim, se importa mais com o marido que trai ela com qualquer cadela da rua. Sem contar que nunca conheci meu pai, sinto falta desse afeto de pai e mãe, sabe? Tenho tanto sonhos, mas parece que é só sonhos, vejo a vida de todo mundo andar pra frente, e a minha continua parada há mais de cinco anos. Estou tão desanimada que nem consigo mais orar, pois não tenho forças pra pedir nada de Deus, só consigo pedir misericórdia. Igual a você, ja pensei várias vezes tirar minha própria vida, se ainda não fiz isso é pq Deus não permitiu. Não sei se acredito maos em profecias pq tantas pessoas já chegaram a mim e falado palavara s doces de Deus pra mim, que me confortaram, mas isso é momentâneo, no final continuo sozinha, infeliz! Eu não queria ter nascido, pois acho esse mundo muito cruel.

    ResponderExcluir
  8. até quando será que dura uma provação? sempre terá fim ou pode durar para sempre? ja estou cansada de ser provada,sempre acreditei que não seria abandonada , mas acho que aconteceu.e nao sei o que fazer .

    ResponderExcluir
  9. tenho 28 anos, sempre estudei, lutei, sempre fui a igreja...inclusive eu toco na igreja, sempre fui "o bom filho"...mas em 1 ano a minha vida mudou totalmente, fui acometido de duas doencas cronicas: uma nas minhas maos q me impede de fazer simples acoes como lavar louca e outra na minha garganta q me impede de falar direito...resumindo: nao consigo fazer mais nda em relacao a trabalho e tals...nao faco a menor ideia pq tdo isso.aconteceu cmgo...essa eh a pior parte...vjo varios amigos meus prosperando e felizes e eu aqui provavelmente no inicio de uma depressao...fui aos medicos, eh advinha soh? Eles nao sabem oq esta acontecendo, enfim...ainda tento lutar mas Sinto q com o passar do tempo minhas forcas vao se acabar...tdo q eu acreditava sobre Deus parece nao fazer mais sentido, plante o bem q vc colhera o bem...sera?? Um filosofo muito intelligent disse q deus nos fez p se divertir, mas o senso de humor dele eh diferente do nosso...talvez a vida realmente seja igual aquela comparacao q fizeram q deus eh igual a uma crianca com uma Lente otica no sol esquentando e queimando o formigueiro cheio de formigas soh para ve-las correndo desesperadas sem saber oq fazer...

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Não se voltem contra Deus, se voltem para Deus... Mesmo nos piores momentos. Só ele pode nos libertar dos sofrimentos e amenizar nossas feridas. Sem fé impossível é... E sem fé tudo perde o propósito, se torna insustentável. Pode parecer loucura as vezes mas Deus nos ama muuuuuuito... Um dia tudo será revelado, toda injustiça e teremos paz, tenham fé nisso! E tudo, tudo que o inimigo quer é que vocês blasfemem contra Deus!!! Sei que momentos de fraqueza e questionamento são normais, eu tenho, mas Depois das crises respiro, recupero minhas forças, peço perdão, peço forças, peço entendimento, me explico, peço tudo e vou... Vou seguindo carregando minha cruz oscilando entre momentos felizes e momentos tristes! A vida vai acabar e todos morreremos mais cedo ou mais tarde... Isso é passagem, não sabemos quanto tempo vamos durar... A única coisa INEVITÁVEL na vida é que ELA VAI ACABAR então não arrisque o que vem depois por um período que é passageiro! As igrejas tinham que fazer grupos de apoio... É uma pena que elas não pensem nisso... Bem, não blasfemem meus irmãos! Praticamente todos os apostolos tiveram mortes trágicas e vidas atribuladas, Jesus morreu numa cruz, profetas foram perseguidos... A gente também pode vencer o mundo... E não sei vocês mas eu vou.

    ResponderExcluir
  12. Devemos parar de culpar Deus, devemos parar de pedir coisas a Deus, devemos parar de colocar Deus em tudo. Dessa forma iremos encarar a vida de uma forma mais madura. Entendam o que Paulo disse que quando era criança agia como criança e agora que é adulto está agindo como ta . Está na hora de amadurecer os e abrirmos os olhos com falsos crentes, falsos profetas que já tem discursos prontos para auferirem lucro e se aproveitarem da fragilidade das pessoas. Levem uma vida saudável, fujam do pecado, amadureçam sua fé e sigam adiante, evitem falar o nome de Deus em vão, sejam mais racionais... Por que o diabo age no sentimento. Boa noite!!! A paz!!!

    ResponderExcluir
  13. Por que Meu Pai me abandonou?

    ResponderExcluir